Doramas: Melhor Vício


Desde a minha adolescência que assisto séries, e nesse tempo, já vi de tudo. Das mais antigas, como Gilmore Girls, Felicity, The O.C, One Tree Hill, Gossip Girl, Friends, até as mais atuais, como The Originais, The Vampire Diaries, Pretty Little Liars, Game of Trones, entre outras. A verdade é que por mais que eu gostasse das séries americanas, elas foram se tornando (ou eu que comecei a notar isso) maçantes e sem originalidade. Faltava sutileza, amores puros, comédias que não fossem tão escrachadas ou cenas que não tivessem tanto apelo sexual ou violência. Sei que muitos vão querer me apedrejar e dizer que essas cenas de violência e ação é o que dão toda a graça para as séries, mas eu discordo. Até porque elas são, na maioria das vezes, muito semelhantes.

As séries americanas têm uma necessidade de vender incontrolável e por isso, fazem cinco, dez temporadas para uma história que já está pra lá de chata. Os casais trocam o tempo todo, num rodízio meio louco, e sequer nos dá tempo de se habituar com um em específico. Perdeu o encanto. Talvez estejam tentando nos mostrar como o mundo está hoje em dia, totalmente sem rumo. Foi quando assisti a minha primeira série oriental. São programas de TV, chamados de Doramas. Temos os K-Dramas: dramas coreanos, os J-Dramas: dramas japoneses, T-Dramas: dramas tailandeses, TW-Dramas: dramas taiwaneses, e os C-Dramas: dramas chineses.

Óbvio que ficaria difícil falar sobre cada um deles, mas posso adiantar que o primeiro que assisti foi um drama coreano e fiquei, completamente, apaixonada com a cultura, com as nuances na hora de contar as histórias, o modo como os protagonistas agiam, obviamente, de maneira muito diferente da nossa. Pode até soar estranho de primeira, o fato dos homens e das mulheres se sentirem desconfortáveis até mesmo por estarem sozinhos em um mesmo cômodo, ficarem tímidos e desconcertados com sutilezas que para nós são naturais, como um beijo no rosto, um abraço, um simples toque de mãos. E foi, justamente, isso que me ganhou. A graça dos doramas está nos detalhes, nos pequenos e únicos gestos de carinho ou afeição pelo próximo, seja ele o vizinho, o pai, um idoso passando na rua ou o ser amado.

Outra característica que não poderia deixar de citar são os casos de vergonha alheia. Os coreanos fazem umas coisas tão sem noção, que você fica com vontade de rolar no chão de tanto rir ou de entrar na tela e dizer "Não faça isso, por favor". Sem mencionar que, praticamente, todos os Doramas têm informações e temáticas interessantíssimas, que lhe passam mensagens úteis e significativas.

Me garantiram que os outros gêneros também não deixam a desejar. Cheguei a assistir um drama japonês e achei que não perdia em quase nada para os coreanos, exceto pela produção, que considerei um pouco precária. Pretendo assistir todos eles, para ter uma opinião mais detalhada e poder contar para vocês.

Desejo a todos que conheçam os Doramas, pois eles são incríveis. E para os meninos, os dramas não são apenas de comédia ou romance, também tem os de época, de ação, terror, suspense, etc. Tem para todos os gostos, só basta procurar a sinopse que mais lhe agrade e correr para assistir. Garanto que depois de alguns episódios, você já estará querendo aprender mais sobre a cultura deles e até mesmo desfrutar de suas iguarias culinárias.

E você, já assistiu algum dorama? Conte-me nos comentários. 

Para seguir o Blog é só clicar na lateral superior direita onde está escrito: "Participe deste site". Beijos aos antigos e futuros dorameiros. Fighting!

You Might Also Like

2 comentários

  1. Olha, assisti recentemente, esta semana para ser mais precisa, o dorama Good Morning Call que foi produzido pela Fuji Television com a Netflix, então teoricamente é uma Netflix Original Series. Antes dessa tinha assistido a versão coreana de Boys Over Flowers, que confesso gostei, mas não amei, e abandonado uma outra.
    A verdade é que Good Morning Call foi uma experiência terrível para mim, achei machista, sexista, e o que algumas pessoas podem apontar como inocência, eu vi como coisa de gente boba. Poxa, garotas que gritam pelos garotos nos corredores das escolas, levam lanches para eles, são desprezadas e ficam ainda mais apaixonadas? Sem contar que sempre os badboys é que são objeto de desejo, os bonzinhos sempre são deixados de lado.Não deu para mim, após Good Morning Call desisti dos doramas por um bom tempo, se não para sempre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, Luciane, existem vários doramas que as protagonistas não são tão bobinhas mais. É só procurar direitinho. Eu te recomendo My Love From The Stars. A principal é uma top model super linda e o boy é um E.T. Muito legal! Vale a pena conferir.

      Excluir