K-drama: Personal Taste


Personal Taste é um dorama sul-coreano, com 16 episódios, transmitido pela MBC em 2010. Foi o primeiro dorama que assisti, pelo qual tenho um carinho especial, afinal se não fosse por ele, não teria conhecido esse universo lindo que amo a cada dia mais.

Nos primeiros minutos do drama, já damos muitas risadas e temos um pouco de “vergonha alheia”, como disse no post sobre doramas, com a protagonista e sua total falta de jeito NA VIDA. Na verdade, eu diria até que esse é o drama da vergonha alheia.
Olha a cara da figura!
Park Gae In (Son Ye Jin) é uma designer de móveis, que vive em Sanggojae, uma modernizada hanok (casa tradicional coreano), que foi desenhada pelo seu pai, um famoso professor de arquitetura. Ela namora Han Chang-Ryul (Kim Ji-seok), que certo dia, sem explicações, termina o relacionamento.


Já vai tarde, esquisito!
Enquanto isso, sua melhor amiga, Kim In Hee (Wang Ji-hye), se prepara para seu misterioso casamento. E é no altar que Gae In descobre que o noivo é, na verdade, seu ex-namorado e que os dois estavam traindo-a a algum tempo.

Que amiga, hein?
Os seguranças a tiram do local e enquanto Gae In está em estado de choque, uma de suas amigas (Uma de verdade, dessa vez) começa a soltar os podres do casal e, “sem querer” ou por castigo divino, havia um microfone na sala para onde as duas foram encaminhadas. Todos da cerimônia acabam escutando e o casamento vira um caos completo.

As coisas complicam ainda mais para Gae In quando, além de ter um coração quebrado, ela descobre que a sua conta bancária anda quase nas mesmas condições. Desesperada, decide alugar um quarto em sua casa com o objetivo de conseguir dinheiro antes que seu pai volte de viagem.


É coração quebrado ou fome?
Em outro lado da história, podemos acompanhar Jeon Jin Ho (Lee Min Ho), um jovem arquiteto que deseja ganhar uma competição de arquitetura pela glória de desenhar uma Galeria Internacional de Artes, na Coréia. Cercado pelo desejo de honrar o falecido pai e, ao mesmo tempo, se vingar de seus maiores rivais, coloca o objetivo de ganhar a competição no topo de sua vida.


Jeon Jin Ho
Curiosamente, Jin Ho tem sempre é flagrado em situações "estranhas" junto aos seus amigos. A vida muda quando ele descobre que os donos do projeto da Galeria de Arte são fãs do grande arquiteto Professor Han. E, por coincidência, sua filha está vivendo sozinha na casa que ele desenhou. É então que a história de nossos dois protagonistas se cruza, de verdade. Não é que Gae In aceita Jin Ho como seu inquilino acreditando que ele é gay?




É então que a história fica divertida, quando as confusões começam a aparecer e criam situações muito cômicas para os nossos personagens. A mãe de Jin Ho, Chang Ryul, In Hee, Young Seon e todos os outros personagens ficam presos dentro dessa rede de mal entendidos. É um enredo muito interessante que nos prende entre risos, momentos de tensão e, principalmente, muito amor pelos dois personagens principais.



Amo essa foto!
Alguém aqui já assistiu esse dorama? Conte-me nos comentários. 

Para seguir o Blog é só clicar na lateral superior direita onde está escrito: "Participe deste site". Beijos e até a próxima postagem.


You Might Also Like

0 comentários