Cínthia Sampaio: Maquiagem


Se todos os dias
Passam por nossa porta a felicidade
Se ela bate e você ignora
Um dia ela não mais voltará.

E o que era um lindo entardecer
Pode se transformar em uma sombra desfocada
O seu sorriso vai aos poucos desmanchando
E a vontade de viver vai morrendo.

E de acordo com a morte do entardecer
Um pouco de nós também se perde
Em um bosque chamado solidão
Onde nada é tão parecido com nada.

E como a flor também murcha
Tudo se vai
E nem por ser bela
Será poupada.

As dores da mente
São bem mais sufocantes e complicadas
Do que do lado de fora
Onde tudo é maquiagem.

Texto: Cínthia Sampaio.
Imagem: Artista Desconhecido.

You Might Also Like

0 comentários